terça-feira, 15 de maio de 2007

Lola Bistrot

Sábado, eu e a Jeanne tivemos um jantar incrível no Lola Bistrot.

Já adianto: eu sou o segundo a torcer o nariz pra Vila Madalena e qualquer coisa que tenha por lá. A primeira é a Denise, querida amiga, cujo desgosto pelo bairro ultrapassou os limites de São Paulo e é um fenômeno nacional. Tem até coisas de que gosto: o feijão do Pira Grill, por exemplo, é espetacular. Mas são raras.

Só que o Lola fica na Purpurina, 29, e é mais uma bela surpresa que a Vila esconde no meio de seus barzinhos fuleiros. É um restaurante francês bem decorado, com serviço atencioso e simpático. E o melhor: preços módicos pro que oferece -- pratos entre R$ 25 e R$ 45, por aí.

Na entrada, pedidos sopa de cebola. Não tem no cardápio -- por sinal, eles oferecem vários pratos que não estão na carta, então é bom perguntar.

Em seguida, Jeanne comeu um jarret de vitela com purê de batata crocante. Adorou. Eu fui no risoto ao citron e lula, fantástico. De sobremesa, ela atacou um nougat glacê de chocolate e coco, muito delicado. Eu num troço incrível: figos glaceados na laranja e pernod com mousse de iogurte. Imbatível.

O Lola ainda tem uma carta de vinhos de preços e qualidades variadas, aparentemente abastecida pela Mistral. Não só isso: tem adega, taças apropriadas e resfriam o vinho se for preciso.

Impecável.

Nenhum comentário: