sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

Resenhas no UHQ: Fun Home, 32 Stories, Solano Dominguez e Odisséia Cósmica

Deu coincidência nesta semana: todo mundo resenhou bons quadrinhos no Universo HQ. A média das notas ficou altíssima. Calculei, até: 4,18.

Geralmente fica muito abaixo disso. Ter uma nota 4 já é incomum. Deve ser a primeira vez que tivemos essa média numa atualização convencional. É que a seleção, sem que combinássemos, fez diferença.

Por exemplo: sem planejar, o título mais fraco que resenhei é Odisséia Cósmica, uma minissérie que está há quase vinte anos entre as minhas favoritas do gênero de super-heróis. Em uma semana convencional, provavelmente seria o melhor.

Aí vem A Boa Sorte de Solano Dominguez, um álbum sensacional da Desiderata que se passa na Cuba pré-Fidel e é latino pra caramba. (Compre aqui por apenas R$ 19,90)

Ainda tem 32 Stories, antologia da fase em que a Optic Nerve do badalado Adrian Tomine era um fanzine. Vai desde os primeiros trabalhos, quando ele tinha 17 anos, até a sua definição do estilo. É um barato, e ainda por cima é bastante simbólica, afinal, foi neste ano que Tomine estourou com seu Shortcomings. (Compre 32 Stories aqui por R$ 32,38, receba bem rapidinho e aproveite porque isso não deve sair por aqui tão cedo.)

E, pra fechar, o espetacular Fun Home, talvez o grande lançamento do ano no Brasil -- não só porque a HQ é bárbara, mas também porque a Conrad elevou seu padrão de alto capricho a níveis monumentais. A autobiografia de Alison Bechdel já levou muitos prêmios lá fora, inclusive o de livro (sim, livro!) do ano pela Time. O primeiro capítulo é de pirar. (Compre aqui.)

2 comentários:

Emiliano disse...

Odisséia Cósmica eu mandei encadernar com capa de couro na época em que saiu! O Batman, pra variar, mata a pau.

sara lee disse...

yeah, fun home eu queria ter escrito. nem que fosse só esse livro. é lindérrimo