segunda-feira, 30 de junho de 2008

Zouk, outra boa descoberta

Zouk


Uma coisa que Porto Alegre tem é que a informação circula mais facilmente. Assim, fiquei sabendo da Zouk, uma livraria-editora que era de São Paulo, mas agora ocupa uma casa na Garibaldi, quase na esquina com a Osvaldo Aranha. Até 2006, a Zouk era paulista -- e eu nunca tinha ouvido falar. Mas foi chegar em Porto Alegre que num instante me contaram que havia rumores de uma livraria nova e interessante, especializada em ciências humanas, com um café (bem gostoso) anexo.

A casa que a Zouk ocupa tem história. Até acho que era a mesma ocupada pelo antigo Megazine, bar antológico dos anos 90 na cidade. Dentro, os livros estão separados por editoras -- e organizados em caixotes de feira. O acervo não é supercompleto, mas é cheio de pequenas preciosidades. Descobri uma que outra coisa bacana por lá -- e só não comprei mais porque excesso de bagagem é uma dureza que a gente tem que enfrentar.

Além da casa da Garibaldi, a Zouk virou a livraria dos campi da Ufrgs. Não sei se as lojas são tão bacanas. Tomara que sim. Até porque é uma bela maneira de divulgar a nave-mãe: não foi todo mundo com quem falei que sabia da existência da Zouk.

Eraserhead

Férias também significa andar com calma em livrarias.

Foi assim, e não de outra forma, que fiquei sabendo que há uma nova edição em DVD de Eraserhead, o primeiro filme de David Lynch, até então uma jóia rara, coisa pra poucos.

Pois sim: Eraserhead, em edição nacional, a preço de DVD nacional.

Comprei na hora, mas ainda não vi.

Resenhas do UHQ: Corto Maltese, WildCATS, Leão Negro...

Dia desses, depois de uma porrada de tilts no site, o Universo HQ atualizou as resenhas. Fiz algumas, inclusive de algumas coisas bacanas:

Corto Maltese - As Etiópicas - Mais um álbum de Corto Maltese que sai no Brasil. De novo, Hugo Pratt mata a pau. (Quer comprar?)
Leão Negro - Gardo - A republicação da HQ que fez sucesso no jornal O Globo nos anos 80.
A Saga das Trevas Eternas - Saga clássica do time futurista Legião dos Super-Heróis. Que, por sinal, envelheceu pra caramba.
Superman 67 - Nada demais.
WildC.A.T.S. - Guerra de Gangues - Alan Moore de segunda para nerds incorrigíveis. E olhe lá. (Você é um deles?)

Minhas férias

Mercado del Puerto

Mercado del Puerto, Montevideo


Não me espanta que tenha surgido a profissão de blogueiro. Afinal, pra seres normais, essa coisa de escrever blog é uma atividade altamente improvável. Veja bem: quando tenho que trabalhar, mal tenho assunto pra criar um postzinho miserável. Agora que estou de férias, falta tempo e espaço de escrever tudo que vejo / leio / faço.

Cheguei ontem à noite de Montevidéu. Isso depois de passar uns dias em Porto Alegre. A quantidade de informações é bizarra: deixa a sensação de que eu perderia os dedos de LER antes de ser capaz de documentá-la.

Pior que essa era a parte calma das férias: amanhã embarcamos para Madri, sob os auspícios do Limão, um site jovem do Estadão. Isso porque me dei ao trabalho de fazer aquilo que todo mundo acha besta: durante 18 dias, respondi as perguntas de um quiz bem complicadinho. Acabei sendo um dos premiados: e vou-me embora pra Madri com a Jeanne. Como se não bastasse o tal do Rock in Rio, ainda tem Madri inteira pra conhecer.

Ou seja: haja dedo pra detalhar tudo isso.

No Flickr tudo fica mais fácil: as imagens que valem por mil palavras adiantam boa parte do serviço. Já fiz uma pasta pra Porto Alegre, uma especialmente pra Fundação Iberê Camargo e uma pra Montevidéu (que é a que ainda está em construção). Madri, se o wireless do hotel permitir, vem a seguir.

Enquanto isso, vou deixando uns posts por aí.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

Rapidinha: Iberê Camargo

Por dentro

Estou no aeroporto, saindo de Porto Alegre. Com tempo (ou com wireless no hotel, o que vier antes), faço um post maior e posto mais fotos no Flickr. Mas é fato que a Fundação Iberê, em seu prédio projetado por Álvaro Siza, é, pra não sair do clichê, imperdível.

E idem para a mostra Transfer, em cartaz no Santander Cultural.

Detalhes um dia, quem sabe.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Testando

Acabo de descobrir que o Word do Office 2007 é integrado com o Blogger, ao menos no Windows Vista. Que tal?

(Resultado do teste: não descobri como pôr tags. E o WordArt não funciona.)

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Sexta-feira, 13

Corvo
Um corvo no Père-Lachaise.

Não é por nada, não. Mas é que, se o senhor reparar, tava faltando uma imagenzinha pra dar um lustro.

Conspirações

O Emiliano estreou um blog sobre conspirações na Galileu. E infelizmente eu não posso revelar o porquê disso, mas não pense que é só um mero blog.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Resenhas do UHQ: Dia dos Namorados

um especial de Dia dos Namorados no ar no Universo HQ. Contribuí com quatro resenhas:

Angel Claw - Espetacular álbum sobre a libertação sexual criado por Alejandro Jodorowsky e Moebius.
Essential Vertigo - Swamp Thing 15 - Uma das minhas HQs favoritas do Monstro do Pântano de Alan Moore.
Sim, Amor - Cartuns do Quino sobre amor, sexo e casamento. (Quer comprar?)
The Mirror Of Love - Poema de Alan Moore, com arte de José Villarrubia, sobre a história do amor gay na cultura.

terça-feira, 10 de junho de 2008

Duas causas importantes sobre duas siglas que começam com a letra C

1. Abaixo-assinado contra a implementação da alíquota CSS - que é a CPMF reformulada. Chega de imposto, né? A promoção é da rádio Eldorado.

2. Proibiram o CQC de entrar no Congresso. Pode? Não que seja um lugar lá muito salutar, mas se o CQC quer entrar no Congresso, deixa eles...

sábado, 7 de junho de 2008

Resenhas no UHQ: Batman, Heroes e Underworld

Saíram três resenhas que escrevi pro Universo HQ:

Grandes Astros - Batman & Robin 8 - É a série do Frank Miller. Cada vez mais debochada, se você quer mesmo saber.
Heroes - Volume 1 - Historinhas complementares da primeira temporada. Bacaninha.
Underworld - Volume 1 - Tirinhas geniais do Kaz, que faz desenhos animados como Bob Esponja. Sujas, feias, malvadas e lindas. (Quer comprar?)

Dignidade

O depoimento da governadora Yeda Crusius, do Rio Grande do Sul, publicado na edição online de Zero Hora, também é muito esclarecedor sobre a mente dos políticos:

"Mais firme do que nunca quero manifestar minha indignação pelo comportamento do vice-governador. O Rio Grande do Sul é colocado, frente ao cenário nacional, como um Estado em que práticas de comportamento como essa jamais foram vistas. É um comportamento digno de confronto. Esse maravilhoso povo do Rio Grande do Sul não aceita não discutir frente a frente como sempre deve ser feito na política."

Claro que gravar conversa sem avisar é feio. Se você faz isso com alguém, é molecagem. Mas, numa balança, acobertar corrupção me parece bem pior.

Honradez

Tenho um interesse antigo por saber como funciona a mente do corrupto. Acho que, no Brasil, todos nós temos.

Se é distorcida, se é apenas má, se faz porque acha que é assim mesmo.

No noticiário de hoje, temos uma pista preciosa. Cezar Busatto, político tradicional do Rio Grande do Sul, nome forte desde o governo Britto, nos anos de 1990, agora chefe da Casa Civil, foi flagrado pelo vice-governador Paulo Feijó, um inimigo ferrenho da governadora Yeda Crusius. Feijó gravou um papo sobre corrupção no governo e divulgou. Contou onde fica a torneirinha de dinheiro usado para financiar a corrupção.

Na minha cabeça, o que o sujeito fez é demais: ele achou o vazamento. Agora só falta mandar o encanador.

Olhando daqui, parece um ato nobre, de gente digna, que faz o certo -- e me dizem que ele, ao menos, é um cara honesto, sério.

Mas não é o que diz Busatto:

"É uma armadilha safada, ele não é um homem honrado. Ele quer ser governador, é golpista. Ele é um mau caráter. Eu fui de coração aberto e ele divulgou."

É ou não é uma preciosidade?