domingo, 10 de fevereiro de 2008

Sweeney Todd


Não li as resenhas sobre Sweeney Todd. Nem sei se vou ler. Não faço idéia do que as pessoas estão achando do filme, mas, pra mim, entra fácil entre os melhores do Tim Burton. Fica ali, lado a lado com Ed Wood e Edward Scissorhands.

Digo mais: não quero saber de opiniões sobre o filme. Nem de ler nem de escrever. Afinal, ele é gótico, mórbido, sangrento, estiloso, perturbador, transgressor, lindo em cada detalhe, tem uma trilha evidentemente ímpar, mas tudo isso são apenas alguns dos aspectos do filme. O que o faz apaixonante é seu poder de ultrapassar tudo isso, de transcender e conquistar.

Dá vontade de ver de novo e de novo. E de fazer sessões especiais com as letras na legenda para todo mundo cantar junto. E de manifestar o que Sweeney Todd provoca em nós de diversas formas possíveis.

2 comentários:

Kicha disse...

Então... não vou dizer o que achei do filme. :)

fábio codevilla disse...

faço parte do mesmo time.
não leio resenhas, sinopses, nem nada.
burton sempre figura na lista dos meus 3 diretores favoritos.

abração,
codevilla
www.flickr.com/photos/codevilla