segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Chupa, Picasso

Vaso de flores 1Vaso de flores 2

Um desenho bem simples pra pôr numas molduras velhas, foi o que me pediram. Pra decorar casa mesmo.

Me sentindo um arremedo de renascentista, me pus ao trabalho e me saí com esses dois vasos de flores, naturezas mortas de nanquim escolar e caneta Magic-Color (essas pequenas maravilhas) sobre papel Canson.

O pagamento é em algo que vale mais do que dinheiro: um suprimento perpétuo de queijo de Minas e goiabada. Pra fazer Romeu e Julieta.

Pode falar mal, pode não gostar, pode dizer que é comercial: o queijo é meu, a goiabada é minha.

3 comentários:

Odyr disse...

Eu faria o mesmo por queijo.
Isso dá um título de biografia escandalosa ou reality show: Eu Faria Tudo por Queijo.
(E um vinho, vá lá.)

Cássia disse...

Eu quero! Mas não consigo te dar suprimento perpétuo de nada... :-)

Tania Couto disse...

Eduardo, hoje te procurei e te achei...coisa bem boa!... Nem sei se vais espiar este comentário,mas como tua ex- teacher, foi o que mais me tocou no Blog: tuas cores continum as mesmas( vêm de dentro)e o nanquim... Sempre o nanquim...
Babei de orgulho!
beijo grande
Tania Couto