terça-feira, 1 de maio de 2007

Três HQs brasileiras

Encantarias - A Lenda da Noite - Vem do Pará uma das HQs mais elogiadas do ano passado, forte candidata a alguns prêmio do troféu HQ Mix. A obra foi criada por Volney Nazareno, Julião Cristo, Otoniel Oliveira e Fernando Carvalho, do Estúdio Casa Velha. O grupo misturou lendas brasileiras para contar a origem da noite. O resultado é delicioso: roteiro bacana, arte em cores belíssima, sem chatices nem ufanismos. É um trabalho independente de primeira linha, primoroso mesmo.

Só que não tem à venda em qualquer lugar, não. Tem que pedir pelo site ou no e-mail do Otoniel, fazer o depósito na conta e tal, naquele esquema manjado de compra de material independente. No total, sai tudo por R$ 16. E vale a pena. De verdade.

***

O Alienista - É a versão em quadrinhos para a noveleta do Machado de Assis, feita pelos gêmeos Gabriel Bá e Fábio Moon, do fanzine 10 Pãezinhos. O texto é calcadíssimo no Machado e serve de base para a condução da HQ. Mas é na arte de Moon, pintada em tons de sépia, que a edição ganha seu charme. Bá e Moon são excelentes ao desenhar gente, e isso, que é fundamental pro Machado, rende um resultado sensacional. Tem gente expressiva -- ou expressivamente inexpressiva -- e um grande clima de época. Os gêmeos realmente são muito bons. O lançamento é da Agir e dá pra encontrar fácil nas livrarias.

***

O Instituto - Mais uma HQ que concorre a vários HQ Mix. O argumento é sensacional: há um instituto que você pode contratar e eles vão fazer o que você quiser, sem importar os meios. Aí um sujeito contrata os caras para convencer a esposa a praticar sexo anal. E, de repente, a esposa está com um amante e por aí vai, mas nada é o que parece. Clima de conspiração bem feitinho, mas que resvala no final. O desenho é bacana, mas os tons de cinza me incomodam um pouco. A criação é de Osmarco Valladão e Manoel Magalhães.

Nenhum comentário: